• Fale Conosco: (16) 3432-4090

DISTÚRBIOS DO SONO

O sono é um estado fisiológico cíclico dividido em 4 estágios (N1, N2, N3 e REM), que apresentam uma arquitetura característica com proporções definidas de cada estágio e variações segundo a faixa etária. É definido por critérios comportamentais: atividade motora reduzida, resposta diminuída à estimulação, posturas estereotipadas (corpo deitado com olhos fechados) e reversibilidade relativamente fácil.

Distúrbios do sono são comuns, sendo que quase 20% da população tem alguma dificuldade crônica de sono. Esses distúrbios têm efeitos significativos na longevidade e qualidade de vida e manifestam-se principalmente com uma dificuldade para dormir à noite, manter o alerta durante o dia ou comportamentos anormais durante o sono.


INSÔNIA

A dificuldade em iniciar ou manter o sono durante a noite ou ainda um despertar precoce caracterizam a Insônia, que pode ser um sintoma isolado ou ainda acompanhar uma outra doença como a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono. Trata-se de um problema de saúde pública, uma vez que afeta de 10 a 40% da população. O diagnóstico é feito através da história clínica, realização de Diário de Sono, Actigrafia (exame de avaliação do ritmo sono-vigília) e Polissonografia. O tratamento abrange desde medidas comportamentais com a Terapia Cognitivo Comportamental até o uso de medicações.

Agende sua consulta!
APNEIA DO SONO

A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono, distúrbio respiratório do sono mais importante e comum, afeta principalmente homens com mais de 40 anos, tabagistas, obesos e mulheres após a menopausa. A apneia é causada por um estreitamento da faringe durante o sono com conseqüente restrição ao fluxo aéreo levando ao aparecimento de roncos e pausas respiratórias acompanhadas de bradicardia e queda na saturação de oxigênio sanguíneo, o que ocasiona episódios de microdespertares e um sono fragmentado de má qualidade. Em função disso, sonolência excessiva diurna, fadiga, sensação de sono não restaurador, insônia, queixas de memória, depressão e ansiedade se tornam cada vez mais evidentes. Existe uma associação entre apneia do sono e cefaléia, sendo esta predominante no período da manhã, logo ao despertar. Além disso, a apneia do sono é considerada hoje como mais um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cérebro e cardiovasculares. Também existe uma relação entre apneia do sono e risco aumentado de diabetes. Alguns estudos confirmam também um risco aumentado de acidentes de trabalho e automobilísticos em pacientes portadores de apneia do sono. O tratamento existe e quando instituído corretamente pode interferir significativamente na melhora da qualidade de vida do paciente. Inclui desde cirurgias otorrinolaringológicas até o uso de dispositivos intraorais (DIO) de avanço mandibular e aparelhos para manter uma pressão positiva contínua na via aérea (CPAP) evitando assim o seu colabamento. Algumas medidas comportamentais (Higiene do Sono) e perda de peso também são essenciais no tratamento.

Agende sua consulta!
NARCOLEPSIA

Doença rara caracterizada por episódios recorrentes, súbitos e irresistíveis de sono associados a uma sonolência excessiva, perda aguda do tônus de um ou mais grupos musculares (cataplexia), alucinações hipnagógicas que ocorrem no início do sono e podem ser visuais e ou auditivas, além de uma incapacidade de movimentar o corpo logo ao acordar (paralisia do sono). Tem maior incidência na adolescência e no adulto jovem. A investigação deve ser feita com a Polissonografia diagnóstica durante a noite seguida do Teste das Latências Múltiplas do Sono no dia seguinte.

Agende sua consulta!
SÍNDROME DAS PERNAS INQUIETAS E MOVIMENTOS PERIÓDICOS DOS MEMBROS

A Síndrome das Pernas Inquietas (SPÌ) é um distúrbio comum no qual o paciente apresenta uma vontade irresistível de movimentar as pernas, piorada em repouso quando se deita para dormir o que atrapalha principalmente o início do sono. É mais comum em mulheres na terceira idade e sabe-se também que existe uma piora nos sintomas durante a gravidez. Há também relato de casos familiares. O diagnóstico é feito através da história clínica e algumas patologias devem ser afastadas tais como a anemia com deficiência de ferro, diabetes e insuficiência renal. O tratamento geralmente é feito com mudanças comportamentais com a prática regular de atividade física e redução na ingestão de substâncias estimulantes como a cafeína, além do uso de algumas medicações que aliviam os sintomas.

Existe uma associação frequente entre a SPI e a presença de Movimentos Periódicos dos Membros durante o sono. Nessa condição o paciente apresenta um aumento repetitivo e estereotipado de movimentos das pernas durante o sono, o que prejudicam a qualidade do seu sono e causam sintomas de insônia pelos vários despertares e superficializações do sono, além de sonolência durante o dia. Nesse caso a Polissonografia diagnóstica tipo 1 está indicada para avaliação.

Agende sua consulta!
SONAMBULISMO

Distúrbio do sono muito comum na infância com sintomas típicos de uma criança que fala durante o sono, senta na cama, levanta e anda pelo quarto ou pela casa. Pode levar a acidentes em alguns casos associados a atos motores mais complexos.

Agende sua consulta!
TERROR NOTURNO

Também muito comum em crianças, principalmente meninos, caracteriza-se por um grito seguido do movimento brusco de levantar-se, chamar pelos pais e pedir socorro. Apesar de parecer muito assustada a criança volta a dormir e não se lembra do ocorrido no dia seguinte. Em alguns casos o tratamento medicamentoso pode ser necessário.

Agende sua consulta!
DISTÚRBIO COMPORTAMENTAL DO SONO REM

Mais comum no adulto de meia idade, ocorre pela preservação do tônus muscular normalmente ausente no sono REM, o que leva à ocorrência de movimentos que simulam o que o paciente está sonhando (sonhos vívidos).

Agende sua consulta!
BRUXISMO

Movimentos de ranger e ou apertar os dentes que ocorrem principalmente na primeira metade da noite e podem ser exacerbados por fatores estressantes e ansiedade. Deve ser feita uma avaliação odontológica com possível indicação de placa dentária de alívio em alguns casos. A polissonografia diagnóstica tipo 1 pode ser indicada para melhor avaliação do caso.

Agende sua consulta!
  • Rua Abilio Coutinho, 401 - São Joaquim - Franca/SP
  • Tel.: (16) 3432-4090
  • Email: contato@clinicadosonofranca.com.br
Copyright © 2019 Clínica do Sono By Alsite | Todos os Direitos reservados.